TININHA

TININHA

INVERNO QUE CHEGA..

INVERNO  QUE  CHEGA..

PARA REFLETIR

A vida só acontece através do tempo, mas toda a
vida é uma luta para impedir que o tempo passe...
(Rubem Alves)

PENSE NISSO!!

A vida na Terra é somente uma passagem, no entanto, algumas pessoas vivem como se fossem ficar aqui eternamente, e esquecem de ser feliz.

VIDA - UM PRESENTE DO UNIVERSO

O Universo é capaz de organizar todas as circunstâncias e eventos necessários no momento certo e perfeito, e o momento certo diz respeito a você se harmonizar com o seu eu superior. Não tente se apressar na direção da meta. Se você se mantiver vibratoriamente em harmonia com qualquer desejo, o Universo seguramente encontrará uma maneira de torná-lo realidade. (Gill Edwards)

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

A VIDA QUE NOS GUIA...

O que é a vida, este minúsculo espaço de tempo
que nos pertence?
Será a ilusão da perfeição que todos os dias
nos fascina?
Será o mistério do Universo, excitante e inconstante,
mexendo com o nosso corpo, mente e espírito?

A vida terrena como a conhecemos,
eternizada a cada segundo,
é nos dada como um belo sonho noturno,
de onde, livre, os silêncios são quebrados
e que quando visto sob o olhar de algum poeta
mostra que é imprescindível sonhar e sonhar...

Mas, como almas infinitas,
somos caminhantes no espaço/tempo
em múltiplas vidas na eterna busca da perfeição,
trazendo na essência, experiências milenares que
a cada amanhecer renascem por razões que sequer conseguimos
perceber...
Vamos reinventando tudo, independente de quais desafios apareçam,
ou mesmo, até do tempo que ainda nos resta..
E a cada olhar, a cada encontro, um exercício de amor e paciência..
Nada se perde, tudo vira memória...

E quando nossa jornada for cumprida e deixarmos de existir,
uma vez mais retornaremos ao seio do ventre materno,
onde novamente, parte de cada um de nós se tornará humana
e a outra, eternamente uma Centelha Divina...

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

A MORTE DE UM CÃO...

Este filme vai emocionar você...
São dois vídeos de pouca duração mas passível de compreensão, e que nos mostra,
sob o olhar de um pequeno cãozinho, a triste rotina de seus dias a procura
de comida e de atenção...
Aos olhos alheios, ele se tornou um ser invisível e repugnante, pois um cão
perambulando pelas ruas, sozinho e sem dono só pode trazer doenças...
É apenas um cão, mas é feito também de sentimentos..
Ele é mais um entre os milhares largados todos os dias a própria sorte nas
nossas cidades...
Ninguém é obrigado a gostar de animais, mas se você ao acaso cruzar com
algum, não o maltrate, pelo contrário, 
AJUDE-O!!! 
Ele também sente fome, sede, dor, saudade...
Tenha olhos de compaixão a quem não tem culpa de ter sido rejeitado e
abandonado como um lixo descartável por seres que se dizem "humanos"...
SEJA A DIFERENÇA NA VIDA DESSES INOCENTES!!
Existem milhares esperando por um lar e por uma nova chance de uma família
que os tratem com carinho, dignidade e respeito.
Encontre um adotante ou seja você mesmo o seu dono.
 
"Que o homem não se torne insensível com as desgraças que lhe rodeiam,
muito menos se deixe levar por atitudes que machuque quem não tem como
se defender..."
(os devidos créditos estão marcados no vídeo)
 
 
PARTE 1
 
 
PARTE 2
 
 

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

QUANDO SAIO POR AÍ..

As vezes, saio por aí,
sozinha, com o tempo a me chamar..
O mesmo tempo que é o relógio da minha vida..
um tempo que eu não abro mão de viver...

E me vejo caminhando por ruas tão perto de nós...
Um abrigo..
um chapéu nas mãos..
um par de tênis nos pés..
Fones nos ouvidos, eu não sei cantar,
mas a música eu sei sentir!
E se fechar os olhos
nem o pouco ruído das ruas me distrairá...

O meu destino são
as esquinas que já me conhecem..
os mesmos rostos nas janelas..
os amigos que contam as mesmas histórias..
a leveza do vento que me vem ao rosto..
E vejo até as flores que se abrem nos jardins
enquanto imagino poesias que quero te dar...

Aqui reside o meu mundo..
o meu pequeno mas eterno espaço de existir...
Calçadas por onde caminho,
onde as vezes tropeço e levanto,
como a vida, quando arma das suas..
Destino certo, sem pressa, tudo no seu tempo de ser,
onde sempre é o lugar que eu quero retornar...

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

DO QUE REALMENTE PRECISO...

Antes que o anoitecer se instale...
Antes que me perca em mil dúvidas..
Antes que me afogue em rios de depressão,
do que realmente eu necessito?
 
Eu necessito, 
é aliviar o peso colocado sob os meus ombros,
desvencilhar as fortes amarras presas ao coração
e amar incondicionalmente quem me amar também...
Eu necessito,
é fugir da agitação desta cidade,
do burburinho dos dementes de alma,
da loucura dos que gritam e que nada dizem...
Entrar no meu silêncio..
me agradar.. 
me amar...
para no fim encontrar
a paz que eu tanto necessito...
 

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

MEDIUNIDADES...


Vindas não sei de onde,
estranhas sensações tomam conta de mim...
São como presentes divinos
envolvendo a minha alma.
Fervilham por cada célula do meu corpo
invadindo os meus pensamentos e
impulsionando o meu pensar
a alçar vôos cegos de sabedorias...
E então, muito rapidamente
fecho os olhos e abro o meu coração...
Não sei para quem chegam,
mas são reais dentro de mim...

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

COISAS DO AMOR...

Quando encostei de leve a minha mão na tua
mal podia saber que me apaixonaria...
Um toque tão casual e corriqueiro
que poderia acontecer com qualquer pessoa..
mas, o meu corpo, não sei porque te reconheceu
e o meu olhar no teu se estendeu...

Este incompreensível sentimento chamado AMOR,
que inventa regras até então desconhecidas..
que bagunça as nossas emoções
e se apodera de nossas vidas...
Campos gravitacionais que se atraem
como nos contos de fadas...

Coisas do destino, aprontando das suas??
Quem sabe!!
Mas o certo, é que nunca mais
deixei de pensar em você!!

(Poesia com que participei no evento
2º Prosas Poéticas do Vendedor de Ilusão)

domingo, 5 de outubro de 2014

FRÁGIL DEMAIS..

Aprendi
que o viver é um dilúvio recheado de sensações diferentes
e que em certos momentos, sem esperarmos,
essas mesmas sensações podem se voltar contra nós,
feito flechas e nos matar...

Aprendi
que a vida morre em ausências,
mesmo presente ao nosso lado,
e que corações se despedaçam em angustias
quando sufocam as suas reais entregas...

Eu aprendi
que a vida gira como um carrossel e
que nesse mesmo giro estamos sempre
na busca de alguma coisa ou de alguém
que nos faça feliz...

Eu aprendi
que a vida se faz de inúmeros silêncios e de
um tempo que não espera por ninguém..
e que há tempos de verdades, tempos de mentiras,
tempos de batalhas e de gritos...

Aprendi
que há indiferença nos rostos de pessoas que
me encantaram e me fascinaram..
e que há mentiras e descasos até nos mais
simples gestos do dia a dia...

Eu aprendi também,
que o sorriso que eu sempre tive
desapareceu ao longo dos anos
quando eu tentava compreender
o que era a vida..
Que o sofrimento pode ser passageiro
mas também o prisioneiro da nossa razão
e que o coração, este sim, é sempre o refém
de alguma saudade...

A vida é feita de muitas cores
mas a mim ela me chega em rotinas
em preto e branco,
pois são tantos os cinzas que me consomem e
muitas as vezes que eu choro...
Sinto que a minha alma e o meu coração
tornaram-se frágeis demais...

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

FONTE ETERNA

Se a tristeza vier por qualquer motivo, faça o seguinte:
Evite as sombras que ficaram para trás,
olhe o caminhe que se mostra e siga em frente.
Assopre o pensamento triste e 
deixe escorrer a última lágrima..
Vá até o final do poço e volte renovado...
Então, respire fundo tirando da natureza a
energia para elevar a sua alma.
Abra a janela, aquela que dá para o voo dos pardais
e procure a luz que pisca ao seu redor.
E, ao toca-la, coloque-a dentro do peito,
de tal jeito que possa ser notada do lado de fora...
 
Espalhe essa luz a quem quer que seja..
dê amor a todas as criaturas vivas...
A felicidade é o seu objetivo 
assim como a paz que você tanto procura
e que será encontrada somente dentro de você
onde Deus deixou sabiamente um pedacinho de si...

sábado, 27 de setembro de 2014

CAMINHANTE DAS ESTRELAS..

Eu tenho tudo
mas nada me é importante..
sou apenas mais um ser humano
vivendo momentos nem sempre tão gloriosos nesta Terra...

E quando eu paro
e me dou conta da existência da vida
o coração aperta, eu me vejo dividida
e com uma sensação estranha
minha alma sussurra que aqui não é o meu lar..
Sinto saudades de lugares que jamais vi..
saudades de pessoas que nunca convivi
cujas sensações não consigo entender
ou explicar...

Talvez seja eu
um caminhante das estrelas,
um viajante pela eternidade
com a dolorosa missão de tentar ser feliz aqui...
Talvez, tenha vindo de longe..
de planetas distantes,
ou, mesmo de anos luz...

A vida e tudo o que faz parte de mim,
muitas vezes, não tem um sentido..
O que me rodeia é feito de perguntas
que sempre acabam ficando sem respostas..
Assim mesmo,
quando percebo a grandeza do universo
e tudo o que de maravilhoso pode existir dentro dele,
algo me diz que é para lá que eu quero ir
é para lá que eu devo voltar
e acalmar o coração...

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

TU E EU..

Corações que se confundem às portas do infinito
longe do resto do mundo e submissos
à bordo do leito que balança
e vai debaixo de ti e de mim...
Tu e eu..
livres de mentiras e privados de tabus
quando a noite se prolonga entre gemidos e
movimentos em nossos sonhos loucos
inventados por nós...
Entre duas luzes, nossos sonhos desertos,
o amor soube acalmar o silêncio..
E nós, seus filhos desnudos,
virgens de nosso passado, mudados tu e eu,
lavados de nossos infernos...
Leva-me! Mais além das angústias
à chamada do desejo do coração de nossos fantasmas 
aos confins do prazer que Deus criou para ti e para mim...
Eu estava sem esperança e tu mudaste a minha sorte.
Ofereceste à minha vida outra possibilidade...
As palavras são só palavras
mas as suas me estremecem muito
que falando na minha pele despertam meu corpo...
Ama-me e faz-me o amor e segue falando-me,
para que até as auroras e nas fontes de nossas alegrias
meus dias se juntem em ti e em mim...
 
 
 

domingo, 21 de setembro de 2014

DETALHES...

Se ao menos eu soubesse
os detalhes do teu rosto,
e que pudesse ver refletido
no fundo dos teus olhos
um querer maior que tudo...

Talvez,
numa noite fria de algum inverno
a gente possa se encontrar...
Um olhar..
um sorriso..
um encontro casual.
Uma descoberta tímida
num abraço apaixonado
que possa nos conduzir
pelos caminhos da vida e
ultrapassar os limites do Universo...

Existe um silêncio que grita dentro de mim..
são como palavras me fazendo renascer
sussurradas dos teus lábios que me sorriem...
Incógnita de um semblante que eu nunca vi,
mas dona de uma alma que a muito já conheço...



terça-feira, 16 de setembro de 2014

PARA ONDE VAI O AMOR..

Quando deixo de amar, não fico aliviado, eu fico triste.
Porque é se despedir de uma grande parte da própria vida,
é se desapegar de um sentimento que julgava único.
É triste deixar de amar. Profundamente triste.
É sacrificar a personalidade, é nunca mais usar um jeito
de reagir e de falar, nunca mais usar um jeito de beijar e
de abraçar, nunca mais usar um jeito de transar e ser feliz.
Passo a pensar: onde foi parar todo aquele amor?
Onde é que ele se escondeu?
Será que desapareceu ou apenas está dormindo?
Será que terminou mesmo ou é fingimento para suportar
a falta? 
Será que minto para mim para não sofrer tanto?
Será que o amor é um segredo disfarçado de fim?
Será que a minha solidão agora é soberba?
Será que meu contentamento é uma cilada?
Será que me embriaguei de palavras e esqueci o caminho
de volta?
Onde estão aquelas declarações apaixonadas?
Em que parte distante de mim, já que não sobem mais aos olhos?
Para onde foram a ansiedade, o ciúme, a saudade, o desespero
de não ver mais, as implicâncias ruidosas, as concordâncias
silenciosas?
Para onde vai o amor após sumirem as fotos, os quadros,
as mensagens de texto, os bilhetes de flores?
Em que parada de Porto Alegre desembarca a comoção
perdida?
Qual a estação em que o amor acena e evapora?
Que planeta, que dimensão, que oceano?
Ou ele se transforma numa mania nova, num modo de
suspirar, de virar o rosto, de mexer as orelhas?
Ou ele se converte em cinismo religioso, em maldade com
os palhaços, em ironia com noivos, em raiva de qualquer
"save the date" dos amigos?
Para onde vai o amor depois do amor? Me fale, por favor.
As lágrimas, quando secam, permanecem eternamente
na pele?
Não sei. Mas meu rosto está cada vez mais salgado.
(Fabrício Carpinejar)
 
 

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

AS CARTAS QUE NUNCA TE ESCREVI

As cartas que eu nunca te escrevi...
Cartas que, se descobertas 
colocariam um final neste meu encantamento...
Mas, se fossem escritas,
contariam coisas que só um coração apaixonado
saberia entender...
Trariam lindas palavras de alguém enfeitiçado
por ter encontrado a sua alma gêmea... 
Diria que esse meu amar é tanto,
que vezes eu preciso "frear e aterrissar",
e deixar de lado um pouco dessa emoção
e ser mais razão...
Falaria que tentei não pensar tanto em ti..
que tentei não me deixar entregar..
que também tentei não te ver...
ou, nas vezes em que tive que desviar os olhos e
guardar para mim os pequenos instantes
que faziam o meu dia ficar bem mais alegres
só por te ver...
Tenha certeza, meu amor,
que amar você é o melhor que me aconteceu na vida.. 
e isso eu não sei como te explicar.. 
só sei que me fazes um bem enorme....
Algum dia, quem sabe, eu enlouqueça
e lance sobre você a luz deste meu amor,
sem precisar representar ou usar meias palavras..
E o tempo, penso eu, me trará esse momento..
Mas por agora, preciso gostar de ti assim..
discretamente...
 

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

GRATIDÃO...

Você acha que este é só mais um dia na sua vida?
Não é só mais um dia..
É o único dia que é dado para ti: o hoje!
E ele é dado à você, ele é um presente.
É o único presente que você tem neste exato momento
e a única reação apropriada é a gratidão.
Se você não fizer nenhuma outra coisa, mas apenas
cultivar esta reação para o enorme presente que é este dia,
e se você aprender a reagir como se fosse o primeiro dia de sua vida, 
e, ao mesmo tempo o último, então você terá aproveitado
este dia muito bem.
Comece por abrir os olhos e se surpreender que você
tem olhos para abrir...
e veja a incrível gama de cores que é constantemente
oferecida a nós para nosso puro deleite. 
Olhe para o céu...nós tão raramente olhamos para o céu!
Nós tão raramente notamos como ele muda de momento
para momento, com nuvens indo e vindo...
Nós só pensamos no clima, e, até mesmo do clima
nós não consideramos todas as muitas nuances que possui.
Nós só pensamos em "tempo bom" e "tempo ruim"...
Neste dia, neste momento, existe um tempo ímpar
talvez de um tipo que nunca mais, nesta forma exata,
retornará...
a formação das nuvens no céu nunca mais será
a mesma desse exato momento...
 
Abra os seus olhos, olhe para o rosto das pessoas por quem passa.
Cada pessoa tem uma história incrível por trás de cada rosto.
Uma história que você nunca poderia compreender totalmente...
Não apenas a história delas mesmas, mas também
de seus antepassados..
e nós todos temos um passado tão distante!!..
E neste momento presente, neste dia, todos por quem você passa,
toda essa vida, de tantas gerações e de tantas raças por todo mundo,
flui unida e te encontra aqui, como uma água que dá vida,
bastando apenas que você abra o seu coração para bebê-la...
 
Abra o seu coração para os incríveis presentes que a civilização
nos dá...
Você liga um botão e tem luz elétrica..
você gira uma torneira e tem água quente e fria, e também
água potável!
é um presente que milhões e milhões de pessoas no mundo
jamais irão experimentar...
 
Desejo que abras o teu coração para todas as bênçãos
e que deixe-as fluir através de você..
Que todos os que você encontrar neste dia sejam abençoados..
pelos seus olhos..
pelo seu sorriso..
pelo seu toque..
só pela tua presença
e que a gratidão transborde o amor em todos ao teu redor...
E então, sim, este terá sido realmente um bom dia!!
 
 

domingo, 24 de agosto de 2014

COMO BORBOLETAS...

Feche os olhos
e deixe as estrelas tocarem os teus dedos,
como borboletas que nos acariciam...

Meu amor, a noite é bela...
aproxime-se de mim e abra os teus braços,
pois a Lua brilhando no céu
olha para ti...
E se você tem o medo de voar,
me abrace..
eu pedi um céu perfeito para sonhares...

Chegue mais perto, és o meu amor..
Feche os teus olhos e tente imaginar
que o universo é todo teu..
Sinta o meu coração apaixonado..
deixe que o vento toque o teu rosto
com todo o seu esplendor...
Esta noite é mágica,
e é só nossa...

sábado, 16 de agosto de 2014

QUE AMOR É ESSE..

Que amor é esse..
que tira o meu sossego todos os dias..
que faz o meu coração acelerar,
descompassado...

Que amor é esse..
que espalha a poesia em tudo que vejo..
que faz do meu corpo um campo de batalhas
já vencidas, onde pensamentos percorrem
minhas veias turbulentas...

Que amor é esse..
que trazes sem saber e que confunde
o meu presente com lembranças a muito esquecidas...

Tem tanta vida lá fora
e o silêncio da solidão não me pergunta
se para o meu choro tem quem me console...

Alma minha..
por quê deixastes te envolver assim?
Por alguém instigante...inviolável..
sem pena..
sem destino algum...

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

AMANTES...

Mesmo na correria dos meus dias
carrego-te dentro de minha alma..
Suspensa...
imóvel..
como uma fotografia...

Chegue mais perto, feche os olhos
e sinta..
O amor é para ser vivido...
absorvido...
degustado..
não deve ser diferenciado por nada..
Quando verdadeiro
deixam-se os princípios e os moralismos de lado
e corre-se atrás da felicidade...

Meu coração já é teu,
e não existe razões!
Deixe-me entrar...
prometo não bagunçar..
Não me deixe aqui, só ao teu redor..
Me dê um sinal para te conquistar e eu mostrar
o quanto posso te amar...

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

O NOSSO TEMPO...

Nos disseram que o Tempo leva a juventude..
E que também leva a beleza...
O Tempo, não leva absolutamente nada!
Não leva porque é o dono de tudo,
e o que for da Terra, nasce e morre.
O Tempo nos empresta tudo que julgamos ter,
para que, através desse "tudo" possamos evoluir
espiritualmente e buscar a iluminação.
Isso o Tempo não leva, pois não é da Terra,
é nossa conquista, mérito da nossa alma.
O Tempo não leva a nossa sabedoria, a nossa fé,
a nossa paz, a nossa bondade, a nossa gratidão.
O Tempo permite, sim, que nos tornemos
almas mais puras, superiores em Luz,
e essa bagagem vai conosco para a eternidade...
O que for do Tempo, do Tempo será!
A Luz que conquistamos, em nós, eternamente será!
(N. Miranda)
 

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

TU EM MIM...

Falo contigo em pensamento..
A toda hora...
A todo momento...
Não sei se me entendes,
ou tampouco, pressentes...
O eco do teu nome
se espraia dentro de mim
em brancos véus,
em sonhos que saltam de minhas retinas...

segunda-feira, 28 de julho de 2014

NO VAZIO DO MEU OLHAR...

O vazio do meu olhar
que reflete no pequeno espelho da sala de estar
eu vejo alguém ainda desconhecida de mim..
O rosto umedecido por lágrimas que descem sem eu querer,
me vejo solitária a pedir amparo ao meu coração...
Os amigos que partiram..
amores acabados..
os sonhos que ficaram pelo caminho...
Sinto o peso da alma que chora e
que retrata a dor das subtrações de um tempo..
Sou ausências..
sou o silêncio da luz que não brilha mais...
Assim me sinto,
tênue como um fino fio
esperando se romper a qualquer momento...

quarta-feira, 16 de julho de 2014

DE VOLTA PARA CASA... (com video)

Tudo começou de repente...
Não lembro quando foi,
cheguei sem saber de onde vim...
Tudo era novo..
e dependia sem saber de quem..
Aos poucos meu mundo foi nascendo..
aos poucos, a luz do Sol...
A cada dia, algo novo
tudo era tão simples
nem vi o tempo passar..
e nem percebi quando virei "eu"..
quando as cores mudaram
e os sonhos já não eram os mesmos...
Novos desafios no tempo que voava
sem me dar explicações e
sem que eu soubesse a razão..
sem ouvir a batida de suas asas..
sem notar quando as coisas mudaram tão rapidamente
deixando de me reconhecer.
Mudei sem perceber
me transformando todos os dias
e sem ver o tempo passar,
pois, só posso enxergar um dia depois do outro...
Virei outra pessoa
perdida no tempo que me enganou..
..me transformou..
..me conduziu..
..me deu e me tirou
e me deixou sem chão sem saber porque
com a sensação de estar fora de casa,
como se tudo tivesse sido um sonho
que estranhamente nunca vai acabar...
Talvez eu só perceba em parte
que estou indo a algum lugar e
que tudo é uma coisa só..
Que todos os dias são um..
que tudo faz sentido e
que todas as coisas só existiram dentro de mim
e que me conduziam todos os dias
de volta para casa...
(Flavio Siqueira)

sexta-feira, 27 de junho de 2014

ESTE TEU AMOR...(Safo)

Basta que por um instante eu te veja
para que, como por magia, minha voz emudeça.
Sim, basta isso para que minha língua se paralise,
e eu sinta sob a carne impalpável
o fogo a incendiar-me as entranhas...

Meus olhos ficam cegos e um fragor
de ondas soa-me aos ouvidos.
O suor desce-me em rios pelo corpo,
um tremor se apodera de todos os meus membros e,
mais lívida que a outonal folhagem,
estorcendo-me nas dores da agonia,
desfaleço, perdida no êxtase do amor...

sexta-feira, 23 de maio de 2014

O QUE SOU...

Para o tempo,
sou apenas uma pequena história
cuja alma habita vidas e mais vidas...
Para mim,
sou um corpo em liberdade..
um andarilho neste mundo
atrás de sonhos, de amores
de esperanças...

Aqui, onde tudo é tão rápido e momentâneo,
não chego a ser alguém.
Meu passado e o meu futuro
estão atrelados as sombras de cada  recomeço..

Sou o pó que a vida transformou
ressuscitando lembranças na viva memória
da minha essência.
Trago o esplendor das estrelas
o encanto da lua, o uivar dos ventos...
Caminhante por rumos ainda incertos
busco lábios que aqueçam o meu coração
e trilhas de sóis que me iluminem até a eternidade...

quarta-feira, 14 de maio de 2014

ALMA INQUIETA...

Na madrugada silenciosa
quando o sono não vem
a alma voa em direção ao horizonte...
A noite, longa, não afasta os fantasmas
que ainda rondam em mim...
O coração bate acelerado,
a memória desperta cada letra do teu nome
e na escuridão da noite
busco o passado distante e
vou lembrando de ti...
De olhos fechados,
percorro os caminhos no intuito de poder ler o teu pensamento,
saber se ainda pensas em mim...
E aquilo que nunca pude esquecer,
o vento traz numa maravilhosa sintonia..
Tua alma na minha, adormecida,
reflete a nossa imagem como um espelho...
O que era saudade, enfim, silencia.
Feliz me coloco nas asas de um anjo qualquer..
A alma, agora, é só poesia...

segunda-feira, 12 de maio de 2014

UMA OUTRA VÊZ MAIS...

Quantos sóis ainda  nascerão..
Quantas chuvas serão necessárias para que
nada em mim se perca no tempo?
Um dia, talvez, a vida venha novamente me buscar
e delicadamente me ensine tantas coisas mais...
Mas o meu interesse será somente te encontrar...
Assim, como a magia da vida pode se transformar em sonhos,
quero voltar no mesmo caminho de antes
onde muitas vezes percorremos no passado
e ali, quem sabe, o meu coração consiga
novamente te reencontrar...

sexta-feira, 9 de maio de 2014

POR INSTANTES...

Basta apenas que por um instante te veja
para eu sentir o coração bater mais forte
e minha voz quase emudecer...
O suor desce-me pelo corpo
e uma sensação estranha percorre o meu corpo..
Surge, então, uma vontade imensa de viver,
de falar contigo, ou, apenas te olhar...
Mas o teu silêncio me questiona
e me revira em dúvidas...
Um mistério que vira angústia
de quem acredita que talvez possa existir um algo a mais...
E no receio de calar ou avançar,
no curto espaço de tempo
acabo sempre sem te dizer nada...

terça-feira, 6 de maio de 2014

NOSSOS TEMPOS MODERNOS....

Neste mundo em que vivemos, tão avançado em todos os sentidos,
precisamos reconsiderar toda e qualquer forma de amar se
buscamos uma sociedade justa e igualitária.
Também cabe, a esta mesma sociedade
que é preconceituosa, sem moral e egoísta,
fazer anular ou reduzir as radicais diferenças
que habitam o nosso imaginário popular, onde
já vem estabelecido e nos é imposto, padrões de vida como
masculino ou feminino, heterossexual ou homossexual.
Como seres humanos, devemos dar uma atenção especial
a uma grande parcela de pessoas que vivem, muitas vezes,
oprimidas, infelizes e até ameaçadas e marginalizadas
simplesmente por buscarem a felicidade com os seus iguais.
Nós não podemos mais ficar inertes e submissos perante
sistemas precários e ultrapassados que negam direitos a quem
escolheu viver a sua orientação sexual.
Precisamos banir urgentemente a homofobia, qualquer que seja ela.
Necessitamos de uma educação madura e sem preconceito,
que não esteja baseada na discriminação do ser humano e que não
reproduza estereótipos de gêneros, de raças ou de etnias.
Homens e mulheres nascem livres e portanto possuem qualquer
direito a escolha de viverem como e com quem para serem felizes.
Devemos investir e acreditar de que no futuro as gerações possam viver
num país com mais respeito a toda forma de ser, de viver e de amar.

segunda-feira, 28 de abril de 2014

FOLHAS EM BRANCO...

Vem o vento...
Vem o tempo...
Somos como folhas de papel
soltas num canto de um móvel qualquer
a espera de alguém que nos preencha...
E como folhas, ao acaso dos dias,
aquele mesmo vento nos uniu...
Foi quase uma profecia..
algo como " já escrito nas estrelas..."
Eras uma leve e fina folha, ainda em branco, que me instigava..
Trazias a curiosidade e a delicadeza
e desafiava o meu olhar e as minhas ideias...
Entre subidas e descidas de uma escrita,
no ir e vir das horas,
eu tentava ser levada por quem ousava me escrever,
eu queria deixar as minhas pistas para ti...
Na perfeição dos versos que ali nasciam
e vindos de quem sequer sabia de nós,
pouco a pouco íamos sendo construídos...
E na doçura e no encanto de cada palavra de amor
talhada com compostura e paixão,
íamos nos descobrindo...
Levados por aquela sintonia de sentimentos
buscávamos pelo momento perfeito,
queríamos o aconchego e a beleza da vida
também para nós...
Tu me escrevias...eu te escrevia...
Uma página preenchida..
e outra...e mais outra..
Sonhos soltos à luz da memória
tocados pela alma de quem nos escrevia..
E assim, na simplicidade de como o amor é,
nos descobrimos, eu e tu,
eternamente apaixonados...

quarta-feira, 23 de abril de 2014

DEVER DE SONHAR...

Eu tenho uma espécie de dever..
dever de sonhar..
de sonhar sempre,
pois sendo mais do que um espetáculo de mim mesma
eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso.
E, assim, me construo a ouros e sedas..
Em salas supostas, invento palcos,
cenário para viver o meu sonho
entre luzes brandas e
músicas invisíveis...
(Fernando Pessoa)

quinta-feira, 17 de abril de 2014

QUANDO NOS PERDEMOS...

Em que parte da vida nos perdemos?
Em qual momento do tempo deixamos de ser nós?
Fomos duas vidas que a noite distanciou..
Dois apaixonados que esquecemos o que é o amor...
Deixamos de viver...
deixamos de nos importar..
de nos preocupar um com o outro....
Existiram tantas desculpas....foram tantas as ausências
em nossas camas já tão frias...
Moldamos o nosso mundo para o tornar suportável,
mas, até quando suportar?
quando iremos não nos machucar mais?
Nada do que vivemos ou fizemos passará impune..
nada será como antes...
nem nossos sorrisos serão verdadeiros outra vez...

quinta-feira, 10 de abril de 2014

PARA TE ESCREVER...

Eu pensei num poema prá você...
Letras de carinho que voassem prá te ver.
Eu quis te escrever
linhas, vivas
que pudessem te dizer
que hoje, meu abraço é verso,
mas através deste laço,
entre rimas eu me faço
na distância que não me impede de te ver...
Eu só queria dizer,
que nesse instante,
meu coração
é poema de você....
(Patty Vicensotti)

segunda-feira, 7 de abril de 2014

VOCÊ EM MIM...

Quando cheguei a pensar que jamais amaria novamente
você surgiu em minha vida...
Mansamente foi entrando
despertando uma vontade de amar...
O teu jeito sensível, coisa rara hoje em dia,
tocou em mim feito uma poderosa bomba
a implodir o imenso muro que eu havia construído ao redor,
e de onde, por tempos, recusara quebrar...
E como pássaro, frágil e pequena
me deixei cair nesta tua armadilha
submissa aos teus caprichos...
Indefesa diante dos teus desejos
meu corpo foi teu porto
onde desembarcavas sonhos e fantasias
e os meus lábios, como vertentes d'agua,
foram a fonte que saciava
a tua imensa sede de me amar..

domingo, 30 de março de 2014

O SEGREDO DA VIDA ...

O grande segredo da vida
talvez seja apenas se deixar viver e
sequer tentar entender ou decifrar
este misterioso estado de erros e acertos
que nos acompanham.
Apenas agradeça e viva!!
Mas viva com o mesmo colorido que a vida tem,
com a mesma sabedoria que ela te dá
e com a mesma força de vontade que
você tem de querer ser feliz.
Faça valer a pena este tempo que te foi dado
nesta oportunidade rara de estar aqui,
pois o tempo não espera por ninguém...

sábado, 22 de março de 2014

O RONRON DO GATINHO..

O gato é uma maquininha
que a natureza inventou,
tem pelo, bigode, unhas
e dentro tem um motor.

Mas um motor diferente
desses que tem nos bonecos,
porque o motor do gato
não é um motor elétrico.

É um motor afetivo
que bate em seu coração.
Por isso faz ronron
para mostrar gratidão.

No passado se dizia
que esse ronron tão doce
era causa de alergia
prá quem sofria de tosse.

Tudo bobagem, despeito,
calúnias contra o bichinho.
Esse ronron em seu peito
não é doença - é carinho!!
(Ferreira Gullar)

segunda-feira, 17 de março de 2014

NÃO SEI QUANTAS ALMAS TENHO...

Não sei quantas almas tenho,
cada momento mudei,
continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei,
de tanto ser, só tenho alma
quem tem alma não tem calma.
Quem vê é só o que vê
quem sente não é quem é.

Atento ao que sou e vejo
torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
é do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem,
assisto à minha passagem
diverso, móbil e só,
não sei sentir-me onde estou.

Por isso, alheio, vou lendo
como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo
o que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
o que julguei que senti.
Releio e digo: Fui eu?
Deus sabe, porque o escreveu.
(Fernando Pessoa)

segunda-feira, 10 de março de 2014

SONHO-TE...

Essa magia chamada amor..
esse louco, e também poético sentimento
anda a me envolver ultimamente...
A muito que te conheço
mas a pouco tempo algo mudou dentro de mim...
A tua presença, sempre tão constante,
alegrou a minha vida
e eu me vi novamente envolvida
com esse terno sentimento...
Fiquei mais alegre..
criei novas expectativas..
até já me peguei sorrindo
quando na verdade deveria chorar...
Mas nada posso fazer ou dizer..
apenas te sonhar...

sábado, 8 de março de 2014

UM POEMA...

Cuida-te quando fazes chorar uma MULHER
pois Deus conta as suas lágrimas.
A mulher foi feita da costela do homem,
não dos pés para ser pisada,
nem da cabeça para ser superior,
mas sim do lado para ser igual,
debaixo do braço para ser protegida e
do lado do coração para ser AMADA.

quinta-feira, 6 de março de 2014

CAMINHOS...

Amanheço desarmada, calada
e de repente, tudo faz sentido..
Da noite tão pura
e da tua presença tão nua
tudo se tornou lindo demais...
Encontrei com a vida
abrindo caminhos dentro de mim...

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

ENCONTRO DO TEMPO

Quero encontrar com o tempo..
congelar imagens..
admirar a leveza de uma borboleta..
buscar estrelas..
deixar o rio correr e em suas águas
levar junto as tristezas do mundo...

Quando encontrar com o tempo
que ele não aprisione os meus sonhos,
e que a minha alma encontre o seu porto, assim,
como um navio busca o seu farol constantemente...

Que ele não apresse a minha vida, muito menos, me faça desperdiçar,
e que ele cumpra o seu destino no instante certo..
Que eu espere, um dia, a emoção entrar pela janela e neste
momento escrever o mais belo poema de amor...

Que a ligeireza da vida, sempre tão apressada,
nunca me faça esquecer por onde andei e
das pessoas que tanto amei..
nós nos cruzamos sempre por algum motivo
que jamais saberemos...

Que o tempo me ensine a oferecer a mão com amor
e a abrir os lábios em sorrisos..
Que eu abrace mais do que seja abraçada,
que eu ame muito mais do que ser amada...

Que as marcas deixadas e trazidas por ele
se transformem em mim num livro de conhecimentos e de sabedorias,
e que delas eu entenda, e retire quando precisar, sábias lições...

Que o tempo que vivo agora, não seja apenas aquilo
que eu vejo ao redor, ás vezes excitante, ás vezes melancólico,
e que eu nesta vida não exista apenas por existir, mas sim,
por algo ou alguém muito maior...


segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

ESTE QUERER... (..)

Esta sedução que me rouba a alma..
este desejo que percorre o corpo
uma loucura que transborda
e me afoga nesta certeza de te querer...

Não quero mais lembrar
dos amores que um dia vivi,
nenhum deles trazia este carinho
que só encontrei no teu olhar...

Minha alma enfeitiçada por ti
andando pelas esquinas da tua mente..
meus olhos te acompanham
e seguem o compasso do teu coração...

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

PARTIDAS... (..)

As ondas do mar chegam de longe
desaguam espumas pela areia
e deixam marcas no seu caminho,
depois retornam ao fundo do oceano...

Assim também somos nós...
Terminado o tempo necessário,
de mansinho, ou até repentinamente,
encerramos o nosso ciclo...

Um nó na garganta..
um adeus que desencanta
e lá vamos nós embora,
novamente numa outra partida...

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

SEJA PACIENTE MEU AMOR...

Você está em meus sonhos
eu vejo...eu sinto..
ouço os seus passos...
seja paciente meu amor
em breve te terei em meus braços...

Eu me pergunto
por que uma mente confusa não pode pensar?
Este é o destino de amanhã?
Ainda está por vir?
O sonho que parece incerto
mas que já vive em minha alma...