VERÃO CHEGANDO...

VERÃO  CHEGANDO...

TININHA

TININHA

PARA REFLETIR

A vida só acontece através do tempo, mas toda a
vida é uma luta para impedir que o tempo passe...
(Rubem Alves)

PENSE NISSO!!

A vida na Terra é somente uma passagem, no entanto, algumas pessoas vivem como se fossem ficar aqui eternamente, e esquecem de ser feliz.

VIDA - UM PRESENTE DO UNIVERSO

O Universo é capaz de organizar todas as circunstâncias e eventos necessários no momento certo e perfeito, e o momento certo diz respeito a você se harmonizar com o seu eu superior. Não tente se apressar na direção da meta. Se você se mantiver vibratoriamente em harmonia com qualquer desejo, o Universo seguramente encontrará uma maneira de torná-lo realidade. (Gill Edwards)

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

INVICTUS

Dentro da noite que me rodeia
negra como um poço de lado a lado
agradeço aos deuses que existem
por minha alma indomável.

Sob as garras cruéis das circunstâncias
eu não tremo e nem me desespero,
sob os duros golpes do acaso
minha cabeça sangra, mas continua erguida.

Mais além deste lugar de lágrimas e ira,
jazem os horrores da sombra,
mas as ameaças dos anos
me encontra e me encontrará, sem medo.

Não importa quão estreito o portão
quão repleta de castigo a sentença.
Eu sou o senhor de meu destino..
Eu sou o capitão da minha alma.
(William Ernest Henley - INVICTUS
poema que inspirou Nelson Mandela
em seus anos no cárcere.)

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

AS MÃOS DO MEU AVÔ

Meu avô, com noventa e tantos anos, estava sentado
no banco do jardim.
Estava cabisbaixo, quieto, olhando para as suas mãos.
Sentei-me ao seu lado, e no seu silêncio nem notou
a minha presença.
O tempo passava...
Querendo saber se ele estava bem lhe perguntei como se sentia.
Levantou sua cabeça, olhou para mim e sorriu.
-Estou bem, respondeu.
E me fez uma pergunta:
-Alguma vez já olhaste as tuas mãos? Quero dizer, realmente
olhou para elas?
Fiquei calada pela surpresa daquela pergunta, e ele continuou:
-Pare e pense um momento sobre como tuas mãos tem te servido
através dos anos...
Estas mãos, ainda enrugadas, secas e débeis,
tem sido as ferramentas que usei durante toda a minha vida para
alcançar, pegar e envolver. Elas puseram comida em minha boca
e roupa em meu corpo.
Quando criança, minha mãe me ensinou a junta-las em oração.
Elas amarraram os cadarços dos meus sapatos e me ajudaram
a calçar as minhas botas. Estiveram sujas, esfoladas, ásperas,
entrelaçadas e dobradas...
Foram decoradas com uma aliança e mostraram ao mundo que
estava casado e que amava alguém muito especial.
Estas mãos tem as marcas de onde estive e a dureza da minha vida.
Mas, o mais importante, é que são estas mãos que Deus tomará
nas Suas quando me levar à Sua presença...

Desde então, depois daquela tarde nunca mais vi minhas mãos
da mesma maneira...
(autor desconhecido)