VERÃO CHEGANDO...

VERÃO  CHEGANDO...

TININHA

TININHA

PARA REFLETIR

A vida só acontece através do tempo, mas toda a
vida é uma luta para impedir que o tempo passe...
(Rubem Alves)

PENSE NISSO!!

A vida na Terra é somente uma passagem, no entanto, algumas pessoas vivem como se fossem ficar aqui eternamente, e esquecem de ser feliz.

VIDA - UM PRESENTE DO UNIVERSO

O Universo é capaz de organizar todas as circunstâncias e eventos necessários no momento certo e perfeito, e o momento certo diz respeito a você se harmonizar com o seu eu superior. Não tente se apressar na direção da meta. Se você se mantiver vibratoriamente em harmonia com qualquer desejo, o Universo seguramente encontrará uma maneira de torná-lo realidade. (Gill Edwards)

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

NA BEIRA DO RIO...

A saudade levou-me a beira do rio,
e ali fiquei...
Andei pela tarde vazia, de céu claro,
em meio à flores jogadas na areia
a observar a água azul cheia de barcos
num vai e vem de chegadas e partidas...
Quem me olha
não vê mais que um alguém a olhar o horizonte
nem sequer imagina que o que carrego dentro do peito
são as labaredas da paixão do amor que te dei...
Passei o tempo assim pensando em você
tentando entender o teu silêncio..
e descobri que a fortaleza
aparentemente de muros altos e sólidos
possui um coração que também sangra
e que a cada lamento da vida disfarça o choro...

No delirio do desejo da minha alma
vi no teu rosto, enfim, a esperança renascida..
Os barcos que atracam no porto trazem
o encanto do pecado à cutucar a minha cabeça..
eles são a certeza que a cada amanhecer teu estarei sempre em você...
mas agora o que mais me importa é saber para onde
o teu olhar vai me fazer navegar...

2 comentários:

Sónia M. disse...

A saudade é como o sol no inverno, não aquece, mas ilumina!
Provoca aquela dor fininha,
que se espalha no peito,
aquele mal estar que suspira,
através da nossa boca.
E de repente,
a saudade não é um corpo
que se sente,
nem o vazio que nos preenche.
De repente...a saudade sou eu
...e eu sou a saudade.

Sónia M

Ao ler o teu poema, foi assim que senti.

Beijos no teu coração.

Sónia

Vera Lúcia disse...


Olá Suzana,

De volta ao "Vivências"?

Lindo o poema!

Beijo.